Escolas promovem eventos sócio cultural, ambiental e educativo

O Movimento Ecos 2017 atinge sua fase final conforme o regulamento para o encerramento do exercício desse ano, restando apenas duas atividades oficiais. Com isso, as equipes das escolas integrantes estão realizando as atividades e concluindo resultados e objetivos em seus projetos.

Entre os dias 17 a 30 de setembro de 2017, o Colégio Tiradentes, o Instituto de Educação de Minas Gerais e a Escola Estadual Pedro II, efetivaram atividades ligadas à arte, com intuito de enviar os seus “recados ambientais”. As intenções foram trabalhar em palco, números artísticos, musicais e peças teatrais que pudessem atentar a sociedade sobre questões que vem prejudicando toda a biosfera.

O Instituto de Educação de Minas Gerais, coordenado pela professora Marília Pereira, apresentou em seu belo auditório de convenções uma peça que traz a trama de uma história sobre o comportamento da nova sociedade, seus abscessos, escolhas, confrontos e consumo, envolvendo-se com toda a problemática ambiental vigente. O público alvo foi adultos, jovens e crianças que tiveram o privilégio de assistir o espetáculo em vários horários de apresentação durantes as manhãs, tardes e noite.

O Colégio Tiradentes (unidade Argentino Madeira), juntamente com a Escola Pedro II organizaram o evento sócio-cultural e ambiental, coordenados pelo professor Robson de Andrades Pereira e a professora Cristiane atual diretora. Os alunos fizeram apresentações no Salão cultural da Ala Bandeirante de ABUCSUD, Igreja de Jesus Cristos dos Santos dos Últimos Dias. As apresentações contaram com cenário completo. As apresentações dos jovens dessas escolas comoveram toda a platéia presente, composta por jovens alunos das escolas, familiares e comunidades religiosas.

O professor Elmo Júlio de Miranda, um dos representantes do Movimento Ecos, os alunos da Dom Hélder Escola de Direito, apoiadora do Movimento, Júlia Reis, Larissa Martins e Marlon, estiveram presentes em todos os eventos.

“Essa arte recriada e levada por esses jovens nos eventos vem sendo de grande riqueza para que a nova geração perceba que são necessárias mudanças de atitudes, revisão no estabelecimento dos valores e mudanças de hábitos”, disse o professor Elmo.

“Estive presente e me comovi com todas essas apresentações, e percebo que o Movimento Ecos, cada vez mais hasteia a bandeira de que realmente junto nós podemos”, concluiu o professor com a equipe de monitores presentes em um dos eventos.