Projeto ECOS auxilia estudantes na preservação ambiental

Como as equipes do ECOS podem ajudar a proteger o meio ambiente dentro da escola?  É a indagação que permeia o projeto ECOS desde a sua introjeção nas Escolas Estaduais da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Tarefa nada fácil, de fato! Mas com estímulo, criatividade e empenho a concretização do projeto vem se desenvolvendo.

O projeto ECOS se encontra na quarta tarefa, talvez a mais desafiadora de todas. Sensibilizar a comunidade acadêmica, falar e ser ouvido; implantar as ações do projeto e coletar os resultados parciais. O que de início parecia inalcançável, com cooperação dos integrantes, persistência e criatividade foi possível driblar as dificuldades e vislumbrar os resultados, parciais, positivos. Alunos, professores e direção todos envolvidos num ideal comum, a salvaguarda ambiental.

Atualmente se vê os efeitos da poluição, na terra e no mar, seja por plástico ou resíduos industriais, animais morrendo, alguns em risco de extinção, oceanos acidificados, corais desaparecendo, paisagem se deformando. Vê-se também um mundo agitado, ansioso e compulsivo, que leva por vezes ao consumo exacerbado. O que se tem então?  Mais poluição!

Diria algum pessimista que tal situação não tem fim é um ciclo vicioso. O otimista por sua vez levantaria a bandeira de que tudo é passageiro, logo o meio ambiente se recupera.

Entrementes, cabe mais a visão realista, a natureza não se salva sozinha, é preciso que cada indivíduo saia da inércia e busque modificar seus hábitos dentro da perspectiva da sustentabilidade, pensando nas gerações vindouras.  Por isso a necessidade de se debater questões pertinentes à proteção ambiental dentro do ambiente escolar, mostrando que é possível transformar, modificar ações e condutas, formando cidadãos conscientes e participativos. Uma das funções do ECOS nas Escolas.

A cada dia, um empenho, uma conquista, uma colheita, um incentivo, um sorriso, um recomeçar sem problemas, por que mais vale a esperança em um mundo melhor. Juntos podemos!

 

Prof. Coordenadora das escolas ECOS região oeste e noroeste: Lívia Maria C. G. de Souza

A cada mês será apresentada um testemunho ou entrevista de membros de Cada Escola Coordenadas Pela Prof. Coordenadora Lívia Maria Cruz Gonçalves de Souza e pela Monitora Coordenadora, graduanda do curso de Direito, Larissa Martins Alves dos Santos.

Destaque do mês vai para as Escolas:

 

 E. Cândido Portinari

Professora Orientadora: Arlesiene Costa

Prof. Coordenadora do ECOS: Lívia Maria Cruz Gonçalves de Souza

Aluna Bolsista EMGE:  Bruna Marinho

 

  • Qual a importância do Movimento Ecos para a escola Cândido Portinari?

 

Despertar e manter o interesse sobre as possibilidades de tratar com mais cuidado as questões relacionadas à preservação do meio ambiente, uso consciente dos recursos hídricos, economia de energia e papel; aprender a lidar com diferenças e trabalho em equipe; promoção de líderes.

 

 

  • O que está achando sobre o desenvolvimento do projeto na escola?

 

Estou achando que que a equipe escolhida está dando conta do recado e, como conheço alguns já há algum tempo, percebo que mantém o mesmo tipo de comportamento que apresentavam durante as aulas, sem muito envolvimento; e percebo também a surpresa que alguns alunos me demonstraram tendo atitudes muito positivas e práticas para que o projeto funcione bem.

 

  • Qual a perspectiva do projeto para a escola?

 

Que se mantenha por muito tempo para deixar bem marcado a importância do cuidado com o lugar em que convivemos.

P.S.: “Este ano foi, e está sendo, bem atípico, com muitas paralisações e greve relacionada ao não pagamento correto para a classe dos professores; isso prejudicou o encontro efetivo com todos os alunos envolvidos e também comigo. Além disso, sofri uma queda com rompimento dos ligamentos do tornozelo que também me impediram de estar na escola até meados de agosto de 2018. Mas que, felizmente, não interrompeu o trabalho da equipe.

É preciso ressaltar a eficiente e ótima contribuição da aluna bolsista Bruna Marinho; que com muito dinamismo e carinho vem ajudando a orientar os alunos”.

 

 E. Geraldo Jardim Linhares

Professora Orientadora: Andrea Natan de Mendonça

Prof. Coordenadora do ECOS: Lívia Maria Cruz Gonçalves de Souza

Alunos Bolsistas EMGE e ESDHC: Júlia Felipe Rocha e Christian Alexandre da Silva Pereira

 

  • Como é a Escola Geraldo Jardim Linhares Localização, quantidade do corpo docente e discente, pontos fortes e fracos.

A escola Geraldo Jardim Linhares está localizada na rua Jaime Salse, nº 278, bairro: Madre Gertrudes. Ela possui cerca de 40 docentes e 816 discentes. O ponto forte para a realização do projeto na escola é a dedicação da equipe e interação dos alunos das demais salas. Já o ponto fraco é a falta de verba para manutenção da escola, que se encontra com sérios problemas na rede elétrica e muitos vazamentos.

 

  • O que motivou a Escola fazer parte do Movimento Ecos?

A escola Geraldo Jardim Linhares sempre buscou incentivar a conscientização do uso dos recursos naturais, portanto o projeto ECOS veio para incentivar e auxiliar a colocar todas as ideias em prática. Preservar o meio ambiente é tarefa de todos, já que todos fazemos parte desse meio.

 

  • Quais os objetivos a serem alcançados pela equipe do Ecos?

Promover a sustentabilidade por meio de ações na escola, buscando o desenvolvimento de consciência e com isto possibilitar a prática de atitudes ecologicamente corretas, afim de preservação de recursos naturais, recuperação de áreas degradadas, reutilização de materiais e reaproveitamento de resíduos, em respeito ao ambiente que estamos inseridos permitindo uma melhor qualidade de vida as futuras gerações.

 

  • Quais são os próximos desafios do projeto?

Trabalhamos bastante com a conscientização de todos os alunos da escola e já realizamos algumas intervenções, portanto nosso próximo desafio será conseguir realizar todas as ações propostas no início do projeto.

 

Testemunho da Professora Coordenadora Kelly Cristina de Assis do Colégio Tiradentes da PMMG – Unidade Gameleira:

Nesta última quarta-feira dia 22/08/2018 recebemos a visita da equipe da Dom Helder Câmara em nossa Unidade, onde puderam acompanhar nossos esforços e as ações sustentáveis que estamos implantando em nosso ambiente escolar, como: a coleta de óleo de cozinha visando seu destino correto e rentável; a produção de recipientes criativos destinados ao recolhimento do papel colocados em todas as salas do ginásio e na sala dos professores, coordenada pela professora Hanna Cunha; a oficina para produção de brinquedos com materiais recicláveis realizada pelos alunos do terceiro ano do ensino médio, coordenada pela professora de artes Ariane junto aos alunos do quinto ano do primário. Destacamos ainda que todo o recurso financeiro arrecadado com a venda do óleo e do papel será utilizado para compra de lâmpadas de LED e de torneiras inteligentes para que possamos efetivar nosso compromisso com a redução de água e de energia elétrica. Toda a comunidade escolar está envolvida incluindo a comandante da unidade, a direção pedagógica, os professores, os demais funcionários e especialmente os alunos. Está sendo uma experiência pedagógica e cidadã valiosíssima para nossa unidade o desenvolvimento e a participação no projeto ecos.

 

Testemunho da Professora Coordenadora Ingrid Taline Neves Lopes do Colégio Tiradentes da PMMG – Unidade Prado:

Participar do Projeto Ecos tem nos levado à reflexão de como nossas ações influenciam em nosso futuro. As ações realizadas e o empenho dos nossos alunos reforçam que nada está perdido e que podemos promover mudanças e fazer a diferença.

 

Lívia Maria Cruz Gonçalves de Souza e Larissa Martins Alves dos Santos