Movimento Ecos como instrumento de efetivação da educação ambiental

Educação ambiental é componente essencial e permanente da educação nacional, Tamanha sua importância, que ela deve ser articulada com todos os níveis e modalidades do processo educativo, seja ele formal e informal. Não resta dúvida que todos os cidadãos têm o direito de serem beneficiários da educação ambiental. Mas como efetivá-la? Produzindo lei?A lei já existe é 9795/99. A pergunta que se sustenta é: a lei é efetiva? Parece que não em sua totalidade, mas parcialmente. É essa carência que o Movimento Ecos tenta suprir construindo valores sociais, conhecimentos, habilidades e atitudes voltadas para a conservação do meio ambiente, colocando em prática não só a lei, mas também o Art. 225 da CR/88.

Todas as escolas parceiras do Movimento Ecos, planejaram, criaram e executaram seu projeto ambiental dentro das 10 ações pré-determinadas, sendo obrigatória redução do consumo de água e energia. Percebeu-se que cada equipe, a sua maneira, se dedicou à implantação do projeto e atingiu resultados que superaram a meta estabelecida inicialmente. Agora estão na reta final, término do projeto e entrega dos resultados totais. Qual o balanço até aqui? Desafio imenso trabalho em conjunto, cooperação, criatividade, superação, conquistas e satisfação, são alguns elementos destacados nessa caminha. Se por um lado a expectativa é grande para o dia da caminhada Ecos, momento que se conhecerá o projeto vencedor. Por outro a certeza de que a sociedade tem que se mobilizar para garantir um meio ambiente sadio equilibrado, que se aproveite para geração atual e para aquelas que estão por vir. A semente, literalmente, foi plantada e começa a germinar! Quanto ao dia final, a sorte está lançada e a torcida, fundamental neste caso, está organizada! Que venha dia 23 de novembro de 2018!

 

Prof. Lívia Maria C. G. De Souza

O Destaque desse mês vai para as escolas:

 

Escola Estadual Cândida Cabral

Professor orientador (Entrevistado): Cristiano Vieira de Andrade

Prof. Coordenadora nas Escolas Ecos: prof. Lívia Maria Cruz Gonçalves de Souza

Bolsistas Ecos que acompanham a Escola: Alessandra Thaís Silva Ambrósio e Rafael Mattioli Dias.

 

1-Como é a E.E. cândida Cabral?

A E.E. Cândida Cabral está localizada na Rua Frei Luiz de Souza, 481, Alto dos Pinheiros em Belo Horizonte. Próxima a Puc-Minas, e também próximo ao Anel Rodoviário, BR 040, Via Expressa e Avenida Delta. Situada em um bairro de bom poder aquisitivo, porém possuem algumas vilas próximas. Os alunos atendidos pela escola são a maioria oriundos dessas vilas com alguns poucos do bairro em si. Atualmente a escola funciona com ensino médio regular (manhã) com 2 turmas de 1º ano, duas de 2º ano e 1 de 3º ano com uma média de 25 a 30 alunos por sala; ensino médio Eja (Noite) com 1 turma de 1º ano 1 de 2º ano e 2 de terceiro, com uma média de 25 alunos por sala, além do curso de pós-médio (magistério). A escola atende principalmente alunos encaminhados da E.M João de Almeida e também alunos da E.E. Assis das Chagas. A escola está instalada em um prédio alugado e muito antigo que tem como qualidade a quantidade de salas disponíveis e espaços para serem usados como: biblioteca, sala de jogos, cantina, sala de informática, laboratório de ciências, porém carece de uma grande reforma para atender melhor aos alunos e professores.

Atende por volta de 300 alunos atualmente e possui 20 professores, 7 asb´s, 4 atb´s, um diretor, um vice e uma supervisora. Como ponto forte destaco a parte pedagógica bem definida com um projeto interdisciplinar todo o bimestre assim como um simulado tipo Enem com 5 questões de cada conteúdo além de uma redação. O ponto fraco fica por conta das condições ruins do prédio e também a falta de interesse das autoridades competente em reformá-lo.

2- O que motivou a escola a participar do Movimento Ecos?

Ao aceitar o convite para participar do Movimento Ecos, a escola viu uma oportunidade/ desafio de se integrar com outras instituições num tema extremamente importante no nosso dia-a-dia, buscar novas parcerias e mobilizar os alunos a participar plenamente de movimentos que busquem integrar/agregar atitudes positivas na sua vida e uma busca plena da cidadania.

3- Quais os objetivos a serem alcançados pela equipe do ecos?

Neste primeiro ano, a busca é de conhecimento do projeto, implementando metas e objetivos básicos para nos situarmos. Dentro da implementação, temos como objetivos:

  • Implantar o ponto de coleta de recicláveis
  • Implementar a horta Vertical
  • Implementar a compostagem de materiais
  • Implementar o ponto de coleta de óleo usado
  • Conscientizar sobre o uso racional da energia e da água

4- Quais são os próximos desafios do projeto?

Tendo em vista o que já alcançamos buscaremos:

  • Ampliar a horta vertical
  • Ampliar a compostagem de resíduos
  • Solidificar o ponto de coleta de recicláveis
  • Solidificar o ponto de coleta de óleo usado e buscar uma parceria com empresas especializadas para recolhimento
  • Mais palestras e oficinas sobre sustentabilidade
  • Criar pontos para a coleta de água de chuvas
  • Adotar um espaço da comunidade para transformar e melhorar ecologicamente
  • Buscar parcerias com a comunidade para atuar de forma significativa
  • Divulgar e trabalhar melhor o projeto como o corpo discente e docente da escola.

 

Escola Estadual Cristiano Machado

Professora Orientadora (Entrevistada): Danielle Apolinário Aquino

Prof. Coordenadora nas Escolas Ecos: prof. Lívia Maria Cruz Gonçalves de Souza

Bolsistas que acompanham a Escola: Fabíola Dias Souza Silva, Gabriela Soares Barbosa e Vânia Cristina dos Santos.

 

1- Como é a Escola Cristiano Machado? Localização, quantidade do corpo docente e discente, pontos fortes e fracos.

A escola Cristiano Machado é uma escola pequena, estadual situada na rua Francisco Bicalho, 79, bairro Padre Eustáquio.  Temos aproximadamente 200 alunos divididos entre fundamental II e ensino médio. Aproximadamente 20 professores. Um ponto positivo da escola é disposição que os servidores têm de fazer “dar certo”, mesmo com poucos recursos procuramos desenvolver projetos diferentes de forma a aumentar o quantitativo de alunos na escola, o que aumentaria a verba da escola. O ponto negativo é a falta de estrutura para desenvolver mais projetos, diversificar as aulas e reformar a escola.

 

2- O que motivou a Escola fazer parte do Movimento Ecos?

Como disse anteriormente buscamos fazer diversos projetos na escola e o movimento ecos por ter uma pegada ambiental e sustentável nos chamou a atenção. Como a escola já abraça projetos ambientais com o apoio da ONG Greenpeace, o projeto ecos proporcionou aos alunos uma forma de colocar em prática questões de preservação e sustentabilidade, além de trabalho em grupo. O projeto da horta foi abraçado por toda escola e eles cuidam dela com muita dedicação.

 

3- Quais os objetivos a serem alcançados pela equipe do Ecos?

Poder aumentar a horta, vitalizar outros espaços verdes, diminuir o consumo de água e luz e perpetuar esse projeto por anos, dando a oportunidade de mais alunos se engajarem.

 

4- Quais são os próximos desafios do projeto?

Aumentar a horta e criar mais espaços verdes, criar uma compostagem na escola, meios de canalizar água da chuva para irrigar a horta, trocar todas as lâmpadas por Led e diminuir seu quantitativo em salas. Fazer manutenção da parte elétrica e hidráulica de forma a garantir um baixo consumo, dentre outros.

 

Testemunho do vice representante Warley Junio Martins Vieira da Escola Estadual Flávio dos Santos, ganhadora do 1º lugar do Movimento Ecos/2017.

“Com o ECOS, a nossa escola ganhou sustentabilidade. São diversos projetos para ampliar e conscientizar a comunidade escolar. Incentivados pelo projeto, os alunos realizam essa mudança através de ações simples, como jogar o lixo em locais adequados, apagar a luz acesa ao saírem das salas e não deixar torneiras abertas.”

Testemunho da Professora orientadora, Elisangela Rodrigues, da Escola Estadual Flávio dos Santos, ganhadora do 1º lugar do Movimento Ecos/2017.

‘’O desenvolvimento do Projeto Ecos faz muita diferença nas escolas, a cada ano as ações se multiplicam nos estudantes, no espaço escolar e na sociedade. Além de ser um ótimo componente curricular e adorável por todos.’’

 

Escolas coordenadas pela Monitora Larissa Martins Alves dos Santos:

Escola Estadual Flávio dos Santos;

Escola Estadual Walt Disney;

Escola Estadual Ordem e Progresso;

Escola Estadual Maestro Villa Lobos;

Escola Estadual Maurício Murgel;

Escola Estadual Olegário Maciel;

Colégio Tiradentes da PMMG – Unidade Prado;

Colégio Tiradentes da PMMG- Unidade Gameleira e

Colégio Tiradentes da PMMG- Unidade Minas Caixa

 

Escolas coordenadas pela Professora Lívia Maria C. G. Souza:

E.E. Bernardo Monteiro

E.E. Cândida Cabral

E.E. Cândido Portinari

E.E. Cristiano Machado

E.E. Dom Cabral

E.E. Geraldo Jardim Linhare

E.E. Manuel Casasanta

E.E. Nossa Senhora Aparecida

E.E. Padre João De Mattos Almeida

E.E. Professor Morais